Uma clínica ou consultório para ser reconhecido como referência em atendimento vai além da consulta com o profissional médico. Até chegar na consulta, o paciente passa por uma experiência com a ligação, o tempo de espera, a marcação e a forma que é recebido na clínica, a qualidade de todos os serviços são levados em conta.

 

Nessa matéria, vamos abordar dicas e orientações que podem ser aderidas para te assegurar do bem-estar dos pacientes e atingir melhores retornos.

consultório médico

A Importância da gestão

 

O primeiro atendimento deve ser acolhedor e passar segurança ao paciente naquele momento de fragilidade por estar procurando serviços médicos, para que haja uma boa primeira impressão e o faça querer voltar e recomendar seu negócio.

 

É necessário garantir uma satisfação ao paciente, que começa desde a ligação para informações ou marcação até a própria consulta médica, com o objetivo de conquistar o paciente através de atitudes que faltaram em outros negócios que no final das contas fazem toda a diferença.

 

Siga abaixo algumas orientações para que você garanta a fidelização daquele paciente:

 

  • Recepção: ultimamente, os pacientes e os trabalhadores vem sofrendo de rotinas estressantes e corridas, por isso, é importante ter uma secretária profissional que trabalhe com praticidade, tendo iniciativa e agilidade. O melhor será ter uma para o atendimento geral e outra para a parte clínica, melhorando a interação com o público;

 

  • Reputação:dispor de um site completo fácil de navegar com informações sobre a clínica e seus serviços, sistema de agendamento online ou por telefone, estacionamento próximo, artigos para dúvidas frequentes etc.;

 

  • Ética Profissional:as atendentes ao médico devem deixar os seus problemas de lado e atender seus pacientes de forma profissional e imparcial. Afim de proporcionar um atendimento em consultórios padronizado, sem que os assuntos pessoais de cada um interfiram em seu trabalho. Para que isso funcione, deve-se fazer parte da política da empresa;

 

  • Cuidados Posteriores:o atendimento adequado e humanizado de um paciente começa antes dele entrar na sua clínica ou consultório e termina bem depois. É necessário dispor toda uma assistência para cada pessoa, de acordo com a sua necessidade. Esse é uma grande especificidade que muitas clínicas e consultórios não possuem.

 

  • Inclusão: quem busca o atendimento, muitas vezes, não sabe ao certo qual é o seu problema e encontra-se numa situação sensível. Por isso, deve-se ter pessoas treinadas as atendendo, capazes de ouvir e compreender a situação de cada um, se colocar no lugar do próximo com facilidade.

 

Relacionamento Profissional com os Pacientes

 

O dono da clínica ou consultório que acredita que o relacionamento com seus pacientes se resume apenas no instante da consulta médica está equivocado. Estabelecer confiança, segurança e proximidade antes e depois da consulta é um ponto fundamental para fidelizar um paciente, pois se trata de um tratamento individualizado, que deve ser feito com generosidade e atenção. Essa é um dos alicerçes do Marketing Médico.

 

Por isso, ter a ajuda de um serviço de marcação de consultas, com confirmação de comparecimento no dia anterior é fundamental para gerar uma praticidade ao paciente e a dinâmica dos profissionais que trabalham no local.

 

Conflitos Entre Médicos e Pacientes Devem Ser Contornados

 

As consultas médicas parecem ir um pouco mais rápido hoje em dia. Existem mais cobranças de como você e seu médico se comunicam.

 

Mas há uma maneira de lidar com esse relacionamento que é essencial para sua saúde. Essas demandas sobre o relacionamento entre você e seu médico estão tornando a medicina moderna difícil para vocês dois, devido à pressa e anciedade. Mas, como em todos os relacionamentos, a comunicação é a chave. O médico deve falar bem com seus colegas e com seus pacientes.

 

Essa relação, médico e paciente, pode ser ansiosa. Os pacientes estão muitas vezes carentes, doentes e chateados e por esse motivo os médicos podem parecer que são apressados. O tempo é crítico e é importante que as duas pessoas se comuniquem bem.

 

Como em qualquer relacionamento, são necessários dois. É importante que cada pessoa conheça suas responsabilidades e as expresse da melhor maneira possível.

 

Quando o paciente vai ao médico ele trás uma lista de perguntas e quer todas as resposta, contudo o médico pode entender que algumas são desnecessárias. O papel do médico é explicar a doença e os medicamentos na linguagem da pessoa leiga, para que você possa entender como um remédio deve ser tomado, como deve ser feito um tipo de tratamento e como espera a melhora do quadro do paciente.

 

Outra questão é sobre a família. Será que a família deve estar na consulta ou no exame? Tem casos que sim e casos que não. Cada situação é única e depende da idade do paciente e como ele está, se precisa de apoio ou não, se tem condições de falar ou não. O médico sempre avalia se há a necessidade da família na consulta ou exame.

 

Terá pacientes que não irão entender o que o médico decidiu e isso pode gerar um conflito.

 

Algumas respostas sobre os sintomas que os pacientes sentem, ou sobre uma técnica cirúrgica ou um exame, podem ser encontradas na internet, em sites médicos, blog e portais de notícias, contudo muita informação está errada e confunde o paciente e consequentemente gera mais possibilidade de conflitos.

 

O tempo de todos é valioso, então tente ser flexível e se colocar no lugar do outro.

 

Por isso, ter a ajuda de um serviço de marcação de consultas, com confirmação de comparecimento no dia anterior é fundamental para gerar uma praticidade ao paciente e a dinâmica dos profissionais que trabalham no local.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!